Como faço para fazer um currículo que se destaque

A falta de informações pode atrapalhar, e o excesso também. Se você é um candidato que acha que fazer um currículo é sentar diante de um computador e escrever tudo o que você já fez, você está muito enganado e poderá estar jogando uma chance fora. Para começar, pense: como fazer um currículo, e quem vai recebê-lo, pois este documento tem que ser atraente o suficiente para que o recrutador tenha vontade de ler até o final.

.

Como fazer um currículo?

Todo currículo que se destaca deverá começar sempre com seus dados pessoais. O nome, de forma bastante evidente, nacionalidade e o estado civil. Se você tiver filhos você deverá colocar que tem. E os dados completos da sua residência, não se esquecendo do telefone e e-mails. Esses dados são imprescindíveis.

Logo abaixo dos dados pessoais, vem o Objetivo Profissional. Se você estiver procurando o primeiro emprego, você deverá explicar neste espaço porque escolheu essa profissão. É de fundamental importância direcionar esse currículo para uma área específica. Você pode não saber qual é o cargo que pretende ocupar, mas tem que ter em mente a área na qual deseja trabalhar.

.

Objetivo Profissional

As pessoas costumam confundir e colocam no “Objetivo Profissional: “ajudar a empresa a crescer e desenvolver bem a minha carreira.” se você pensou nisso, sinto lhe informar mais você está completamente errado. O Objetivo Profissional é a sua função dentro de uma área da empresa. Veja: Objetivo Profissional: Mecânico Industrial.

Depois que você preencheu o Objetivo Profissional no currículo, você deverá falar sobre as suas habilidades e competências, é de grande importância que você escreva tudo bem detalhadamente, pois é nesta parte que você terá que conquistar a atenção do entrevistador. Você realmente quer ter um modelo de currículo? É importantíssimo que você faça um resumo das suas qualificações profissionais utilizando entre quatro, cinco ou no máximo seis tópicos.

.

Idiomas

No grupo de idiomas, coloque exatamente o seu nível de fluência, se você não sabe o seu nível, basta realizar um teste de inglês. Por exemplo: não adianta tentar enganar o entrevistador, você poderá ser testado, passar por um constrangimento, ser reprovado perdendo assim uma grande oportunidade de ingressar no tão sonhado mercado de trabalho.

.

Formação acadêmica e experiência profissional

Em seguida coloque a sua formação acadêmica, quanto aos demais cursos, coloquem-nos somente os que têm a ver com a vaga que está sendo oferecida.

Na experiência profissional, seja muito detalhista e nunca se esqueça de colocar as datas de entrada e saída dos últimos três ou quatro empregos.  Comece a inserir as suas experiências profissionais da mais recente para a mais antiga. Não se esqueça de colocar as suas atribuições e principalmente as suas realizações. Eu aconselho a nunca colocar o seu último salário, a não ser que seja solicitado pelo entrevistador.

Muitos candidatos me perguntam se devem ou não colocar no currículo as devidas referências. Novamente vou aconselhar a não colocar, pois 99% dos candidatos colocam as suas referências, e os currículos acabam se tornando um pedaço de papel padrão com informações diferentes. Eu aconselho você a deixar em branco a opção referência e levá-las com você no dia entrevista. Com isso você terá a oportunidade e um tempo a mais de debater sobre elas com o entrevistador.

Depois de ter desenvolvido um currículo que vai se destacar dos de mais, você deverá criar uma pequena estratégia com relação as suas referências, certamente as suas chances de ser chamado para uma entrevista de emprego serão bem maiores.

Gostou do artigo! Então compartilhe com seus amigos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *