Sistema logistico

A logística no comércio

Já vimos quão importante é a logística nas empresas e indústrias. Para o comércio, a logística é considerada fundamental por diversos fatores, os quais veremos a partir de agora.

Primeiramente, vale frisar que o comércio é o cliente direto de muitas empresas. Como assim? Por exemplo: Onde você compra iogurte? Muito provavelmente, responderá que é no mercado, salvo em algumas exceções. Então pense comigo, a indústria de iogurte, tem como seu cliente o mercado. O produtor não vende diretamente para você, ele vende para o estabelecimento onde os clientes adquirem. Você é o cliente final, mas o mercado é o cliente direto de quem fabrica.

Agora, vamos entender onde entra a logística nisso. Se você compra em um local de varejo, significa que esta empresa depende diretamente da distribuição do produtor, que neste caso é o fornecedor. Este por sinal depende diretamente do cumprimento de prazos de entrega para que tenha o produto disponível para você. Este é um ponto onde a logística atua de forma direta no comércio.

Podemos destacar, também, o estoque dos mercados com outro ponto onde a logística tem importante papel no comércio. A organização do processo de estoque envolve não apenas o controle do que entra e do que sai, mas também as informações necessárias para a solicitação de mais pedidos. Isso sem mencionar a necessidade de controle de temperatura de alguns produtos.

Um comércio onde a logística é bem estruturada, muitas vezes, tem seus produtos em melhores condições e com preços justos.

 

Estímulo ao comércio

Quando afirmamos que os estabelecimentos que têm processos logísticos bem organizados, planejados, e possuem melhores condições de preços significa que o custo logístico dele é reduzido.

Custos logísticos representam um fator chave para o estímulo do comércio. Vamos pensar em uma situação mais globalizada. O que estimula o comércio entre países e regiões? Muito provavelmente será o custo. Às vezes o custo de produção em uma determinada região ou país pode compensar os custos logísticos necessários para o transporte entre regiões.

Quando mencionamos custos de produção, estamos falando de tudo aquilo que é gasto por uma empresa para produzir. Nesta conta é necessário levantar realmente tudo, por exemplo:

  • Impostos;
  • Mão de obra;
  • Preço da matéria-prima;
  • Contas para manter a infraestrutura: luz, água, telefone, etc;
  • Gastos com insumos: papel, computadores, bobina de fax, etc;
  • Equipamentos;
  • Embalagens;
  • Transporte.

Esses são apenas alguns exemplos do que se deve levar em conta na hora de chegar ao valor de quanto o empresário gasta para produzir, ou seja, o custo de produção. Note que diversos pontos do que se necessita para produzir, podem ter seus custos reduzidos pela logística. Neste caso podemos destacar os custos que envolvem pedidos de compra de matérias-primas, armazenamento, transporte, pessoal e embalagem.

 

Casos de sucesso no varejo determinado pela logística

Chegamos à conclusão que a logística é fator de sucesso para um comércio que tem como objetivo principal o bom atendimento a um preço mais baixo. Porém, como isso pode ser determinante para um estabelecimento se destacar perante os demais, primeiramente vamos aperfeiçoar nosso entendimento de como a logística pode agregar valor a um produto que um estabelecimento vende.

Imagine que o seu sonho de consumo é ter uma sala que seja um verdadeiro cinema, ou seja, ter uma TV de LED de 62’ Full HD com Home Theater de alta fidelidade de som. Pense que este seu sonho custe em média R$13.000 (treze mil reais). Você resolve juntar dinheiro para comprar à vista, a fim de economizar e não pagar juros. Depois de dois anos de muito trabalho consegue, então, juntar a quantia.

Sai a procura de uma loja para fechar negócio, se depara com uma que está em promoção e que seu sonho sairá por R$ 11.500 (onze mil e quinhentos reais), porém tem uma condição, esperar 30 dias para que o produto seja entregue na sua casa. Insatisfeito com o prazo de entrega, afinal foi uma espera de dois anos juntando as economias para que esse dia chegasse e a disposição para esperar mais trinta dias é pouca, busca outra loja. Entrando na segunda loja o vendedor garante a instalação para o mesmo dia e que a noite você terá sua sala-cinema montada, porém o produto custará R$13.500 (treze mil e quinhentos reais), e isso significa quinhentos reais a mais do que estava disposto a pagar, e dois mil reais a mais do que a primeira loja. Por se tratar de sonho é muito provável que neste momento você feche negócio com a segunda loja, isso porque além de seu desejo pelos produtos, desejas o menor prazo. E a segunda loja somente possui menor prazo de entrega porque tem os produtos em estoque o que nos mostra que a segunda loja é logisticamente mais preparada que a primeira e venderá, em nosso exemplo, por conta disso.

Percebe-se claramente como a logística pode conduzir o gerente, o proprietário a fazer boas vendas e estimular o consumidor a comprar neste ou naquele estabelecimento. Realmente a logística é ferramenta fundamental para o comércio!

 

Resumo

A logística tem grande influência no comércio, uma vez que proporciona uma redução nos custos operacionais e, consequentemente, uma melhora nos níveis de serviços e possível baixa nos preços repassados ao consumidor. Os processos logísticos que mais influenciam o comércio são: Estoques, Transporte, Armazenagem, Compras, entre outros.

 

Curso de logística

Aprenda tudo por meio de vídeo-aulas dinâmicas e interativas. O Curso de Logistica conta com apostilas que podem ser impressas, vídeo aulas, e o apoio de um professor para tirar quaisquer dúvidas. Ao final do Curso de Logistica, você recebe o certificado de conclusão em casa, sem custo adicional.

 

Apresentação do Curso de Logistica

Matricule-se no curso de logistica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *